Hospital Galileu forma alunos para o cuidado com a pessoa idosa

A primeira turma do ano do curso gratuito de Cuidador de Idosos promovido pelo Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), concluiu o curso nesta sexta-feira (1º). São 35 novos profissionais formados pela Unidade para atuar no cuidado com a pessoa idosa, ocupação que tem crescido no mercado brasileiro nos últimos anos devido ao aumento da expectativa de vida da população.

Balanço feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com base em dados do Ministério,  do Trabalho e Emprego, mostra que cuidador de idoso é a ocupação que mais cresceu no País. Em 2007 eram 5.263 — dez anos depois, em 2017, esse número cresceu 547%, totalizando 34.051 cuidadores de idosos em atividade.

O grande interesse do público paraense pelo curso confirmou essa tendência e chamou a atenção da Unidade que, em três dias, chegou a receber cerca de 1.600 inscritos, em dezembro de 2018. De acordo com o coordenador do Curso, Sandro Mendes, o Hospital Galileu pretende expandir o curso para conseguir atender essa demanda.

“A expectativa é de que o curso continue e seja ampliado. Temos a previsão de abrir quatro turmas ao longo do ano de 2019, mas gostaríamos de abrir mais turmas para atender a grande demanda que recebemos por meio das inscrições”, afirmou.

Para quem acabou de concluir o curso e está com o certificado nas mãos, a expectativa para entrar no mercado de trabalho é grande. “É uma área que está em crescimento e diante dessa capacitação que recebemos aqui, tenho certeza que sairemos grandes profissionais. Agradeço as psicólogas, enfermeiros, fisioterapeutas, que foram de grande importância para o nosso aprendizado. Se todos os hospitais tivessem um projeto social como esse, seria excelente”, afirmou a aluna do Galileu e mais nova cuidadora de idosos, Caroline Silva dos Santos.

O curso de Cuidador de Idosos do Hospital Galileu foi ministrado ao longo de duas semanas por profissionais da Unidade que repassaram informações sobre políticas públicas e direito do idoso; Acessibilidade e prevenção de quedas; Cuidados com medicamentos do idoso; entre outros.

A recém-formada no curso, Cintia de Souza Ferreira, também está ansiosa pelas oportunidades que podem surgir de emprego a partir da nova capacitação. “O conhecimento que adquirimos aqui vai ser para a vida toda. Tem muitos que não sabiam como cuidar de um idoso e, a partir de agora, tendo a oportunidade de trabalhar, poderão se qualificar cada vez mais e mais”, destacou.