Hospital Galileu alerta usuários para trânsito seguro

“Sofri meu acidente quando eu tinha 17 anos. Nele, eu perdi um amigo, e sou fruto de um milagre, pois Deus permitiu que hoje eu pudesse contar essa história e reconstruir uma vida mais responsável”, conta o jovem Wanderson Carvalho, de 18 anos, que em 2014 foi vítima de acidente de moto, quando andava na garupa, sem capacete, no município de Rondon do Pará. Assim como ele, outras vítimas de acidentes de trânsito realizam tratamento no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA), que nesta quarta-feira, 23/11, promoveu programação especial da Campanha “Direção Viva”.

A programação teve início às 9h, com uma celebração religiosa em memória às vítimas de acidentes de trânsito, logo após, houve palestra com a participação da representante do Movimento Vida Pará, Deuzarina dos Santos Lopes. Em seu depoimento, a palestrante sensibilizou os usuários contando um relato pessoal, de quando ela perdeu sua irmã há quatro anos, em um acidente ocasionado por imprudência no trânsito. Deuzarina também falou um pouco sobre como funciona o Pará Vida e aconselhou os usuários a redobrar a atenção no trânsito.

“Só quem já passou por uma situação como a minha é que sabe a intensidade da dor que sentimos, minha irmã tinha apenas 19 anos, com toda uma vida pela frente, que foi interrompida por uma irresponsabilidade de um motorista que estava embriagado”, relata. Além dela, a mãe e outra irmã também são assíduas no movimento, bem como diversas famílias de Belém, que tem histórias parecidas e que tentam encontrar um conforto após a perda de um ente querido.

A campanha “Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro”, movida pelo impacto dos acidentes de trânsito na sociedade, bem como o combate à insegurança no trânsito, está ocorrendo nos hospitais públicos do Estado do Pará, gerenciados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Segundo o diretor Geral do Hospital Galileu, Saulo Mengarda, a conscientização deve ser constante. “Nesta campanha usamos como exemplos alguns depoimentos de pessoas que sofreram acidentes de trânsito, uns que foram vítimas, e outros, que por alguma imprudência vieram a se acidentar. Nosso objetivo é mostrar para população que pode acontecer com qualquer um, e que principalmente, com aqueles que não adotam as medidas de segurança, como o uso de capacete, não ingerir álcool se for dirigir, uso do cinto de segurança e outros”, relata o diretor.

Atualmente, o Hospital Galileu atende cerca de 80% vítimas de algum trauma ortopédico, muitos deles oriundos de acidentes de trânsito. Do início do ano até outubro, a unidade já registrou 3.078 atendimentos na clínica de ortopedia. Em 2015 esse número chegou a 3.499, e em 2014, o número foi de 1.417. Todos os pacientes com esse perfil são transferidos do Hospital Metropolitano.

Nos últimos três anos, mais de 35 mil vítimas foram atendidas em quatro hospitais públicos do Pará. No Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, que atende média e alta complexidades em traumas, são 4.940 atendimentos a vítimas de acidente de trânsito, sendo 2.413 a motociclistas, no período de janeiro a outubro de 2016. O restante são colisões (1.527), atropelamentos (778) e acidentes de bicicleta (222). No ano passado, a unidade, localizada em Ananindeua, registrou 7.499 atendimentos a vítimas de acidente de trânsito, sendo que 3.315 a acidentes de moto.

Em média, um paciente vítima de acidente de moto gera custo de internação na ordem de R$ 7,2 mil no Hospital Metropolitano. Considerando os últimos três anos, a unidade de saúde estima que o impacto foi de cerca de R$ 80 milhões aos cofres públicos específicos ao tratamento destinado a vítima de acidentes de moto. Recursos públicos que poderiam ser investidos em patologias naturais, como acidente vascular cerebral, clínica médica e saúde do idoso.

A Campanha 'Direção Viva' no Hospital Galileu segue até o final de novembro, com orientações aos usuários, por meio de panfletos informativos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of