Hospital Estadual Urgência e Emergência promove palestra sobre a “Importância da Inclusão Laboral de Pessoas com Deficiência”

“Mundo do Trabalho para Pessoa com Deficiência: Acesso ou Inclusão” foi tema de uma palestra promovida na manhã de quarta-feira, dia 28/6, no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, no Forte São João, em Vitória (ES).

Ministrada pela psicóloga Alcionis Ennes de Oliveira Nascimento, coordenadora de Assistência Social Autodefensoria e Família da Federação das APAEs (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do Espírito Santo, a palestra reforçou o empenho do hospital em sensibilizar e conscientizar os colaboradores sobre a contratação e plena inclusão das pessoas com deficiência (PCD) no ambiente de trabalho.

“Todas as pessoas podem ter — ou enfrentar — dificuldades no dia a dia do trabalho. A questão é que, no caso das pessoas com deficiência, ainda existem muitas dúvidas e a falta de informação prejudica esse entendimento”, explicou Alcionis.

Durante a palestra, ela apresentou informações estatísticas sobre o mercado e o desempenho produtivo das PCDs. Também revelou que 24% da população capixaba apresenta algum tipo de deficiência — e a imensa maioria está fora do mercado de trabalho.

“Essa é uma situação que precisa ser superada o mais rapidamente possível. Infelizmente, ainda há muito preconceito e tabu sobre pessoa com deficiência e o mundo do trabalho. Não há diferença nos direitos e responsabilidades, só é preciso a oportunidade e adequação, acessibilidade na empresa/local de trabalho para que o sujeito mostre o seu potencial. Já temos várias experiências de sucesso acontecendo”, ela diz.

Ela também elogiou a iniciativa do hospital em promover a palestra. “Esse é o caminho. A conscientização é um processo transformador, que certamente nos permite avançar para uma sociedade mais inclusiva e igualitária”, afirmou.

Thaisa Bedim Carvalho, psicóloga que atua no Departamento de Recursos Humanos do hospital, observou que a palestra é mais uma ação para incentivar a inclusão laboral de pessoas com deficiência no hospital.

“O Hospital Estadual de Urgência e Emergência está cada vez mais aberto para receber as pessoas com deficiência. E conscientizar nossos colaboradores é uma etapa importante”, afirmou.

A diretora Administrativo e Financeiro do hospital, Adriana Moraes, destacou que, mais do que atender a um direito, a unidade busca a inclusão das PCDs. “A palestra, aliada a todas as iniciativas que o hospital promove para incluir PCDs, tem como objetivo consolidar uma cultura de integração em toda a equipe que atua na unidade. Entender que as pessoas com deficiência podem ser tão eficientes quanto qualquer outro colaborador é um passo importante”, disse.

Adriana também ressaltou o esforço do hospital em divulgar as oportunidades de trabalho para pessoas com deficiência. “É importante destacar que o hospital está cada vez mais preparado para receber e integrar as pessoas com deficiência em seu quadro laboral”, acrescentou.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of