Hospital Estadual São Lucas promove semana de humanização do atendimento

Entre os dias 31 de julho e 3 de agosto, acontece a 2ª Semana de Humanização do Hospital Estadual São Lucas, no Forte São João, em Vitória. Durante a semana, os colaboradores irão debater sobre a importância de oferecer um atendimento humanizado para os usuários.

Entre os preparativos para o evento está a produção de uma árvore itinerante, que foi batizada como “Plante Aqui e Colha Aqui”, criada pelo Grupo de Humanização do hospital. 

“Nossa intenção é chamar a atenção dos profissionais sobre a importância de oferecer uma assistência humanizada. Esta ação permite uma reflexão: se plantamos coisas boas, certamente iremos colher coisas boas”, explicou Sara Eler Nepomoceno, presidente da Comissão de Humanização da unidade.

 

Ela também falou sobre outro ponto importante que deverá estar presente em todas as atividades programadas. “Atendimento humanizado envolve uma série de comportamentos e condutas focadas no paciente. Questões como informação sobre os procedimentos, estado de saúde, comportamento e até a disposição de instalações físicas estão envolvidas no atendimento humanizado”, explicou.

Durante a programação, além de participar de uma roda de conversa sobre humanização, profissionais de vários setores do hospital vão promover momentos musicais para pacientes e acompanhantes. Com perucas na cabeça, rostos pintados e violão, o grupo irá percorrer todos os andares do hospital.

O diretor geral da unidade, Paulo Santos, adiantou que, durante a semana, serão realizadas inscrições para a formação do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), cuja função é promover ações que estimulem valores humanitários na assistência, em benefício do paciente, acompanhante, comunidade e profissionais de saúde.

“Estamos trabalhando para que, mais do que um procedimento, a humanização seja uma cultura cada vez mais presente entre os colaboradores de todos os setores do hospital. Há questões que envolvem o atendimento ao paciente, mas também precisamos avançar para o convívio entre os próprios colaboradores, que deve ser pautado pelos valores sociais da humanização”, afirmou o diretor geral.

Mantido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, o Hospital Estadual São Lucas é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 

Confira a programação

31 de julho (segunda-feira)

14h – Abertura Oficial

15h – Sensibilização com os gestores do hospital – sobre a Política Nacional de Humanização.

Apresentação: Grupo de Humanização da Secretaria de Estado da Saúde

Início das inscrições para o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH)

 

1 de agosto (terça-feira)

10h – Momento musical nos corredores do hospital

16h – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização

Palestrante: Synara Sampaio Novais, terapeuta ocupacional e membro da Comissão de Humanização do Hospital Estadual São Lucas

19h30 – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização

Palestrante: Synara Sampaio Novais, terapeuta ocupacional e membro da Comissão de Humanização do Hospital Estadual São Lucas

 

2 de agosto (quarta-feira)

10h – Momento musical e de entretenimento nos corredores do hospital

16h – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização

Palestrante: Synara Sampaio Novais, terapeuta ocupacional e membro da Comissão de Humanização do Hospital Estadual São Lucas

19h30 – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização

 

3 de agosto (quinta-feira)

16h – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização

Palestrante: Synara Sampaio Novais, terapeuta ocupacional e membro da Comissão de Humanização do Hospital Estadual São Lucas

19h30 – Sensibilização sobre a Política Nacional de Humanização