Hospital Cinco de Outubro incentiva a inclusão de portadores de deficiência

Colaboradores do Hospital Cinco de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás (PA), experimentaram a rotina de portadores de deficiência por uma manhã. O objetivo foi fazer com que sentissem na pele as dificuldades que essas pessoas vivenciam diariamente e, ao mesmo tempo, mostrar que o respeito ao próximo sempre ajuda a superar as limitações. 

Alusiva à Semana de Luta da Pessoa com Deficiência, a programação foi realizada nos dias 20 e 21/9 e é uma das 50 'Ações do Bem' promovidas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar para comemorar os 50 anos da entidade, responsável pela administração de nove unidades de saúde no Pará, uma delas o HCO. 

Para o colaborador  Edinelson Costa Corrêa, que viveu um cadeirante, a experiência foi surpreendente. 'Percebi que algumas pessoas, quando olham para o deficiente, mostram um sentimento de dó ou de desprezo. Então isso vai machucando muito. Mas o portador de deficiência precisa se adaptar e ter consciência de que tudo é possível de se realizar, se você tem boa vontade. Vi também que a pior deficiência é aquela que você escolhe ter: renunciar ou machucar as pessoas através do olhar e de palavras', relatou o faturista. 

De acordo com o diretor-geral do Hospital Cinco de Outubro, Bruno Rezende, a Pró-Saúde oferece oportunidades para portadores de deficiência, contribuindo para a valorização das pessoas e a inclusão social. 'Muitas vezes, a gente não consegue entender que uma coisa simples para a maioria das pessoas pode ser uma dificuldade para os portadores de deficiência. E como oferecemos oportunidade para eles, a partir dessa ação, vai ficar mais fácil para os colaboradores conseguirem auxiliá-los nessa adaptação dentro do hospital', afirmou o gestor. 

Jairo Machado é um dos profissionais que atuam no Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho do HCO. Ele, que perdeu a visão de um dos olhos em um acidente, afirma que a programação é extremamente importante para a inclusão no ambiente de trabalho. 'Este evento é uma forma de conscientizar de que existe uma certa necessidade da pessoa com deficiência para desenvolver sua atividade com perfeição. E a acessibilidade e promoção de um ambiente receptivo para ele faz com que se sinta útil e produtivo. Por isso, para mim, duas palavras simbolizam o evento: respeito e superação', disse o colaborador.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of