Hospitais do Pará alcançam alta classificação em avaliação operacional interna

Quatro hospitais do Pará: Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), de Altamira; Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), de Ananindeua; Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), de Belém; e o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, também de Belém, foram as primeiras Unidades, geridas pela Pró-Saúde, a atingir a Classificação A, na Avaliação Operacional da instituição.

Esta avaliação interna envolve as principais áreas estratégicas da Pró-Saúde. Por meio de análise de dez diferentes indicadores e apresentação mensal de resultados, a Diretoria de Operações consegue acompanhar o desempenho das Unidades, classificando-as de A a E.

Após meses de avaliações, em agosto, os quatro hospitais foram as primeiras Unidades a alcançar a Classificação A, que representa que atingiram mais de 85% de performance nos dez indicadores analisados.

Miguel Duarte Filho, diretor Administrativo Financeiro, ressaltou o trabalho desenvolvido pelos colaboradores dos hospitais e pelo diretor Operacional do Pará, Paulo Czrnhak. “É importante destacarmos também o excelente desempenho dos hospitais e reconhecer o trabalho desenvolvido pelos diretores, Alba Muniz (Oncológico Infantil), Edson Primo (HRPT), Rogério Kuntz (HMUE) e Saulo Mengarda (HPEG)”.

Ao receber o certificado de Reconhecimento, o Diretor de Operações do Pará, Paulo Czrnhak, agradeceu a Diretoria por ter se empenhado e planejado uma gestão diferenciada para ser aplicada entre as Unidades. Também parabenizou as diretorias dos hospitais, seus gestores e colaboradores, por terem se empenhado e assimilado toda a proposta de um trabalho de alta performance. “Esta ação nos possibilitou alcançar bons indicadores, nos quais alcançamos as principais referências de gestão, hoje no Brasil. Todo o meu reconhecimento às Unidades e à gestão de Operações. Obrigado!”, concluiu.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of