HEGV promove campanha com recorde de doações de sangue

O Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV), no Rio de Janeiro (RJ), promoveu mais uma Campanha de Doação de Sangue, no auditório da Unidade, nos dias 16 e 17/10, de 9h às 14h. Além da participação dos colaboradores, o evento foi destinado aos visitantes, acompanhantes e também aos moradores e comerciantes do bairro da Penha e adjacências. A campanha faz parte do projeto “Ação do Bem”, que celebra o aniversário de 50 anos da Pró-Saúde.

Nos dois dias de evento, 227 candidatos foram cadastrados no sistema do Hemorio e 189 bolsas de sangue foram coletadas, um recorde de captação, desde que a campanha começou a ser realizada no HEGV.

Para a enfermeira do Banco de Sangue da Unidade, Celi de Oliveira, a parceria entre funcionários e comunidade foi fundamental para o sucesso do evento. “O Hemorio sempre promove campanhas na mídia com o intuito de conscientizar a população e ficamos felizes ao perceber que visitantes do hospital também aderiram a esta causa. A coleta externa dentro de uma unidade hospitalar tem um apelo ainda maior, pois atingimos os profissionais de saúde e também pacientes e familiares, que muitas vezes, necessitam de uma doação de sangue”, ressaltou.

A vendedora Luciana Xavier, de 32 anos, foi ao HEGV para visitar um familiar que estava internado e aproveitou a oportunidade para doar sangue. “Geralmente vou ao Hemorio, no Centro do Rio, mas quando soube da campanha aqui no Getúlio Vargas, fiz questão de participar. Ainda existem muitos mitos sobre a doação de sangue, mas as pessoas precisam entender que esse gesto salva vidas”, destacou.

Segundo a enfermeira Celi de Oliveira, dados do Ministério da Saúde apontam que apenas 1,8% da população brasileira doa sangue regularmente. “O Brasil está abaixo da taxa que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera ideal, que seria entre 3 a 5%. Quanto mais campanha, mais conscientização e mais vidas serão salvas”, concluiu.

De acordo com o Hemorio, os requisitos básicos para doar sangue são:

– Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional);

– Estar bem de saúde;

– Ter entre 16 e 69 anos (jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e / ou responsáveis legais);

– Pesar no mínimo 50 Kg;

– Não estar em jejum e evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of