Educação continuada: Hospital Metropolitano capacita colaboradores e residentes

Uma ação do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), por meio do Serviço de Nutrição Dietética (SND), capacitou colaboradores e residentes nesta quarta-feira, 28/09, a respeito de temas como disfagia e broncoaspiração. A palestrante foi nutricionista de uma multinacional, Adriana Gondin. Para ela, o intuito foi sensibilizar os profissionais da saúde. “O principal objetivo foi trazer o conceito do problema e o que fazer com o paciente, agindo de maneira diferenciada com cardápio adaptado e reabilitação frequente”, avaliou Adriana.

A disfagia é uma condição de pacientes com doenças neurológicas ou com tumores ou traumas da boca ou garganta, comprometendo a deglutição que pode resultar em desnutrição e desidratação. Já a broncoaspiração é a aspiração de conteúdo gástrico ou corpo estranho na árvore traqueobrônquica, podendo causar doenças variadas, como infecções pulmonares.

O nutricionista Paulo Guimarães afirmou que o treinamento estimulou o senso crítico e o conhecimento científico. “Além disso, aplica-se conhecimento atuais junto aos trabalhos desenvolvidos com os usuários. É importante a atualização e a aplicação da melhor forma possível, visando a reabilitação do paciente”, disse. O fonoaudiólogo José Wilson Albuquerque seguiu a linha de raciocínio. “Acrescentou novas atualizações, novos focos e podemos verificar a atuações de outros centros de saúde“.  

A coordenadora do Serviço de Nutrição Dietética, Edilssa Carla, considerou que a programação trabalhou a educação continuada. “Nós buscamos que a equipe permaneça em processo contínuo de aprendizagem, elaborando protocolos de broncoaspiração e também sobre a importância para evitar a disfagia, trabalhando com indicadores de qualidade”, disse.  

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of