Dois hospitais administrados pela Pró-Saúde fazem parte do Pacto Global da ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou nesta semana a lista com os signatários que integram o Pacto Global, um conjunto de práticas internacionalmente aceitas nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Dos três hospitais brasileiros que fazem parte da comunidade internacional definida pela ONU, dois são administrados pela Pró-Saúde: o estreante Hospital Público Estadual Galileu, em Belém (PA), e o Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (PR), signatário do Pacto Global desde 2011.

A informação foi divulgada ontem, dia 29/9, no site da instituição.

Para obter o reconhecimento, os hospitais atenderam a dez princípios que, todos os anos, são avaliados pela instituição mundial. São eles: apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos; apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva; eliminar todas as formas de trabalho forçado ou compulsório; abolição efetiva do trabalho infantil; eliminar a discriminação no emprego; e promover a transparência de seus atos.

Jocelmo Pablo Mews, diretor de Operações da Pró-Saúde, afirmou que o Pacto Global representa a cultura humanitária presente nas unidades. “Ser signatário do Pacto Global reforça o compromisso dos hospitais com o desenvolvimento sustentável, com a evolução permanente dos processos e com a qualidade no atendimento humanizado oferecido à população”, comentou.

No mundo, 12 mil organizações integram o Pacto Global. Desse total, apenas 16 são hospitais e três deles estão no Brasil.

O Pacto Global também busca promover uma abordagem preventiva aos desafios ambientais; desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental; e incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of