Diretor Médico da Pró-Saúde ministra palestra sobre administração do serviço público de saúde, em Vitória (ES)

O diretor Médico Corporativo da Pró-Saúde, Fernando Paragó, ministrou uma palestra sobre “Modelo de gestão de serviços públicos de saúde”, destacando a administração realizada pelas Organizações Sociais (OS), durante o 58º Congresso Médico Estadual da Associação Médica do Espírito Santo (AMES).

A apresentação aconteceu na manhã desta sexta-feira (19), em Vitória (ES), e contou com a participação de médicos e acadêmicos de Medicina. Na sua apresentação, Paragó explicou sobre o surgimento, os desafios e os resultados alcançados na gestão pública, tendo uma Organização Social na administração. “Em maio de 1998, foi criada uma lei federal (9.637),com o objetivo de permitir a celebração de parcerias na área de saúde com organização social”, relembrou.

De acordo com Fernando Paragó, as Organizações Sociais atuam com a intenção de garantir uma assistência de qualidade, segura e eficiente para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Segundo uma publicação da Revista Exame, em 2016, 9 dos 10 melhores hospitais públicos do País são administrados por Organizações Sociais. E, nessas unidades, há registros de mais de 90% de satisfação dos usuários”, destacou.

Espírito Santo

No Espírito Santo, a Pró-Saúde administra o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), unidade referência em trauma, desde 18 de dezembro de 2015, por meio de contrato de gestão firmado com a Secretaria de Estado da Saúde.

Em 2017, o hospital alcançou a certificação de Acreditação (ONA 1) e recebeu o selo de reconhecimento Materiality Disclosures”, concedido pela Global Reporting Initiative (GRI), uma entidade sem fins-lucrativos sediada na Holanda, que estimula e reconhece, em escala mundial, a inclusão de boas práticas sustentáveis em organizações públicas, privadas e do terceiro setor.

“A gestão de hospitais públicos, conduzida por uma entidade sem fins lucrativos desburocratiza os processos, e amplia os serviços de assistência, permitindo inclusive, mais dinamismo na gestão, com desenvolvimento de ações, campanhas e processos institucionais”, destacou Gustavo Meneguelli, diretor Técnico interino do Hospital Estadual de Urgência e Emergência, presente do evento.

O 58º Congresso Médico Estadual da AMES – Caminhos e Valores, aconteceu entre os dias 18 e 19 de outubro. Durante os encontros, médicos e estudantes de medicina debateram assuntos ligados à humanização da Medicina, mercado de trabalho, além de temas mais específicos da área, como administração de antibióticos, infecções do trato urinário e orientações importantes para socorristas, com as urgências abdominais, por exemplo. Além disso, no local, haviam exposições de trabalhos acadêmicos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of