Cozinha do Hospital Metropolitano recebe o selo Green Kitchen

A cozinha do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), foi reconhecida com o selo Green Kitchen. A certificação verifica o padrão de qualidade em termos de aspectos sociais e ambientais dos serviços de alimentação promovido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam).

Entre os diferenciais da cozinha da unidade, gerenciada pelo Serviço de Nutrição Dietética (SND), estão o cardápio diferenciado servido diariamente a pacientes, acompanhantes e colaboradores, o foco em alimentação saudável, sustentabilidade e boas práticas na produção das refeições.

A coordenadora do SND, Edilssa Carla Lopes, explica que a equipe responsável pela preparação dos alimentos na unidade passa por constantes treinamentos e é focada no trabalho de produção de cardápios saudáveis. “Temos um cardápio diferenciado, oferecemos treinamentos sobre alimentação saudável e sobre o reaproveitamento de alimentos para evitar o desperdício”, disse.

A sistemática do setor é auxiliada pelos Requisitos de Apoio à Gestão (RAG), conforme explica a coordenadora. “Os requisitos são uma ferramenta de gestão da Pró-Saúde e funcionam como um norteador. Também trabalhamos com um manual de boas práticas de fabricação”, continuou. “Toda cozinha precisa ter um manual de boas práticas de fabricação, junto com as instruções de trabalho, isso acaba sendo um parâmetro junto com os indicadores que a gente utiliza para estar em constante reciclagem e aprimoramento do nosso processo”, completou Edilssa.

Nutricionista de produção, Aglais Neta, explica como funcionam as boas práticas: “Temos utilizado muito a questão da sustentabilidade. Fazemos a seleção do resíduo orgânico, plástico e vidro. O lixo é totalmente separado. Também temos o cuidado com o descarte do óleo, que é um ponto de boas práticas que tem relação com o selo Green Kitchen”, falou.

O diretor de Apoio, Benjamin Ferreira Neto, destacou o envolvimento da equipe do SND no processo de certificação Green Kitchen. “O selo chancela o trabalho que a Nutrição desenvolve dentro do Hospital Metropolitano ao longo dos anos. Nos dá credibilidade e traz êxito aos profissionais envolvidos no processo. É uma certificação importante para a Pró-Saúde, para o Hospital Metropolitano e para os colaboradores que se sentem valorizados”, pontuou.

O SND possui cerca de 60 colaboradores, incluindo área operacional e nutricional. A equipe é integrada por copeiros, cozinheiros, auxiliares de cozinha, além de nutricionistas assistenciais e de produção. Diariamente, a equipe é responsável por servir cerca de 2,5 mil refeições na unidade. O volume mensal de refeições passa de 70 mil unidades.

Reconhecimento

O selo Green Kitchen já foi conferido a outras três unidades públicas gerenciadas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública no Pará. Entre elas estão, Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP), Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) e Hospital Oncológico Infantil.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of