Com práticas sustentáveis, Hospital Oncológico Infantil renova selo Green Kitchen

Descarte correto de óleo, uso de produtos orgânicos para produção de alimentos e incentivo à alimentação saudável para usuários e colaboradores, essas foram algumas das práticas que levaram o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), a conquistar a renovação do selo internacional Green Kitchen para a sua cozinha.  
Concedido anualmente pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Meio Ambiente (Fupam), o selo é um reconhecimento aos restaurantes que buscam aprimorar constantemente seu padrão de qualidade, garantindo além da satisfação do usuário, a utilização de alimentos orgânicos, de materiais naturais, reutilizados, reciclados ou certificados na produção. Tudo isso, devolvendo o mínimo de resíduos sólidos ao meio ambiente. 

Para a coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética (SND), Sandra Moraes, a renovação do selo, conquistado pela primeira vez em 2017, reforça práticas valores da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do Oncológico Infantil. “São iniciativas que vão além de uma alimentação saudável para usuários, elas trazem a sustentabilidade para o Hospital, que é um dos pilares da Pró-Saúde”, explica. 

Dentre as ações que garantiram a renovação do selo para o Hospital Oncológico Infantil está o Canto do Chefe. Realizada a cada dois meses, a iniciativa busca incentivar crianças e adolescentes a aderirem ao tratamento dietético, dando a elas a oportunidade de fazer o próprio alimento, com orientações nutricionais sobre alimentos que podem ser consumidos e os que devem ser evitados durante o tratamento. 

A última edição do Canto do Chefe foi especial para o pequeno João Miguel, de três anos, e a sua mãe Gildete Maria Pereira. “Ele gosta de comer bastante, mas com o tratamento às vezes não quer nada. E esse dia acabou sendo especial porque além dele gostar de cachorro quente, está com pai e da irmã por perto”, conta Gildete. 

 

Selo Green Kitchen no Pará 

Atualmente, 23 hospitais no Brasil possuem no selo Green Kitchen. No Pará, além do Oncológico Infantil, outros seis hospitais públicos possuem o selo, sendo que três também são geridos pela Pró-Saúde. São eles: Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP).