Com foco na sustentabilidade, idosos expõem peças produzidas com sacos plásticos em Belém

Idosos que participam da Oficina de Reaproveitamento de sacos plásticos, realizada por meio de uma parceria entre Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) e a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL), apresentaram nesta quarta-feira (3/10), as primeiras peças produzidas de oficina, que foi iniciada há apenas duas semanas. A produção envolve jogos de banheiro a bolsas, todas produzidas com o material reciclável doado pelo Hospital, localizado em Belém (PA). A exposição do trabalho desenvolvido aconteceu durante a II Semana Estadual da Pessoa Idosa, realizada no shopping Pátio Belém.

Dirce Costa da Silva, 66 anos, é uma das idosas que participa da oficina. Neste período de atividades, Dirce fez um jogo completo para banheiro, como tapetes e porta-papel. Ela que, já dominava a arte do crochê, explica que se identificou com os ensinamentos adquiridos e viu ali a oportunidade de aprender a produzir peças com um novo material: o plástico. “Eu já sabia fazer crochê, mas nunca tinha feito com sacos plásticos, gostei muito da ideia”, afirmou.

As peças produzidas por Dirce fizeram sucesso. Mas, apesar disso, ela diz que ainda não pensa em fazer disso um ofício para ganhar uma renda extra, pois tem se dedicado a auxiliar a neta a aprender a arte do crochê e, agora, do crochê com sacos plásticos. “Eu a ensinei a fazer crochê e ela já vem ganhando o dinheirinho dela com isso. Nas férias, fez mais de duas mil peças de crochê. E também adorou a ideia de fazer com plástico, porque gera uma economia com material, é sustentável, e o produto final também fica muito bonito”, ressaltou.

Vida Ativa

As oficinas são realizadas de terça a sexta-feira, com duração de 1 hora, dentro do programa “Vida Ativa”, desenvolvido pela SEEL, com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida para o público da terceira idade. São as próprias professoras do programa que ministram a oficina, que acontece no Núcleo do programa, localizado em Ananindeua (PA). 

A aula inaugural da oficina foi realizada pela Gerente de Apoio do Hospital Galileu, Giovana Bressan, que encabeça a iniciativa em nome da Unidade, gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Mensalmente, a Unidade enviará cerca de 1.000 sacos plásticos para a atividade.

“É uma parceria que já está dando certo, a gente percebe pelo entusiasmo delas e até pelo fato de outras Unidades do programa já quererem receber essa oficina também. Para nós, é uma satisfação muito grande, porque a gente ensina, incentiva, mas não sabe o que vai surgir dali, e quando você olha a criatividade desses idosos e esse trabalho bem feito, a gente sente um orgulho muito grande e temos certeza que estamos fazendo a coisa certa”, declarou, Giovana Bressan.

As professoras de Educação Física, Daniela Negrão, e Flávia Oliveira são as responsáveis por dar continuidade ao acompanhamento dos alunos na produção dos materiais. E revelam que, desde o início, a empolgação e receptividade dos idosos foi fantástica. “A gente percebe que é algo relaxante para eles, funciona como uma terapia, é prazeroso. Eles querem estender o tempo da aula para continuar fazendo, e ainda fazem em casa”, declarou Daniela.

Sobre a reutilização do material plástico, a professora ainda afirmou que: “É algo que você iria jogar no lixo e a partir disso pode ser reaproveitado de forma eficiente, porque as sacolinhas são duráveis, resistentes, e fica tudo muito bonito. Estamos muito contentes com essa parceria com o Hospital Galileu, pois foi algo que veio para casar realmente e pelo que estou vendo vai durar por muitos e muitos anos”, concluiu.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of