Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

Referência capixaba para atendimento de traumas, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), localizado no bairro Forte São João, em Vitória, alcançou no ano passado a marca de 6.131 procedimentos cirúrgicos, 106.467 exames, 21.148 consultas médicas e 46.003 atendimentos no Pronto-Socorro. Em média, a Urgência e Emergência atende 3.900 pacientes por mês. Foram 179.749 mil atendimentos prestados à população e uma aprovação expressiva dos usuários, resultado da busca contínua pela excelência na gestão. 

Com foco no atendimento humanizado e atenção à segurança do paciente, o HEUE é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde dezembro de 2015, por meio de contrato de gestão firmado com a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa). Nestes últimos três meses, de cada 10 pacientes, nove se sentem satisfeitos com o atendimento recebido, segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Atendimento ao Usuário do hospital (SAU). 

Para mensurar a satisfação dos usuários e promover ações de melhorias, urnas são disponibilizadas em vários setores do hospital, para que pacientes e acompanhantes registrem sua opinião sobre o atendimento.  

Assim que recebeu alta, em dezembro do ano passado, o paciente Hugo Leonardo Batista Aragão fez questão de registrar elogios e agradecimento pelo atendimento recebido em dez dias de internação. “Aqui eu fui bem tratado. Foi por meio desse serviço que obtive muito sucesso no meu tratamento”, disse.  Para fazer o registro, Hugo utilizou uma das urnas do SAU.   

Em 2017, o hospital obteve a certificação Acreditado, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Conhecido como ONA 1, o reconhecimento é destinado a um seleto grupo de unidades de saúde que atendem aos critérios de segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo nos aspectos estruturais e assistenciais.   

Com ações voltadas para o desenvolvimento e qualidade de vida para seus 1.062 colaboradores, a instituição promove três projetos: Programa Qualidade de Vida do Colaborador, cuja função é estimular entre a prática de atividades físicas e alimentação saudável para aqueles que trabalham cuidando da saúde de pacientes. Já os programas Semear e Cultivar, aplicados para os gestores, líderes imediatos e equipe multiprofissional, têm a função de abordar assuntos ligados ao autoconhecimento, como ferramenta de desenvolvimento, liderança, motivação, gestão de tempo e comunicação no ambiente de trabalho. 

Sustentabilidade  

As práticas sustentáveis realizadas no hospital, como a construção de uma área de convivência destinada para os colaboradores é um dos destaques da Unidade. A produção do local ficou por conta dos profissionais, que usaram a criatividade para confeccionar assentos feitos com paletts, carretel de madeira e pneus. Os quadros utilizados nas paredes foram produzidos a partir de tampinhas de garrafas PET, botões, tecidos e barbantes. 

Em dezembro de 2017, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência foi o primeiro hospital do Espírito Santo a receber o selo “Materiality Disclosures”, concedido pela Global Reporting Initiative (GRI), uma entidade sem fins lucrativos sediada na Holanda, que estimula e reconhece, em escala mundial, a inclusão de práticas sustentáveis em organizações públicas, privadas e do terceiro setor.  

Neste ano, a instituição foi selecionada entre os 15 melhores hospitais públicos do Brasil e recebeu o Prêmio Amigo do Meio Ambiente, promovido pela Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, e que já está em sua 11ª edição. Para conquistar o reconhecimento, o hospital apresentou o projeto Sistema de Aquecimento de Água, desenvolvido pela equipe de manutenção.  

O HEUE também conquistou outros importantes reconhecimentos. Um deles, a Adesão ao Desafio de Resíduos de Serviços em Saúde, promovido pelos membros da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis no Brasil. Para isso, o hospital encaminhou informações relacionadas à gestão de resíduos efetivada na Unidade, bem como a sistemática de segregação dos resíduos recicláveis, reaproveitamento de materiais para criação de área de convivência destinada aos profissionais da instituição, entre outros. 

Já a outra premiação, relacionada ao Desafio a Saúde pelo Clima, foi pelas ações sustentáveis promovidas na instituição, entre elas, troca de lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED, além do projeto de Aquecimento de Água. 

“Neste período, conseguimos visualizar o aperfeiçoamento e evolução da nossa assistência. São conquistas importantes para a população capixaba e isso nos motiva a buscar sempre o melhor para os usuários que são atendidos no nosso hospital”, destaca Paulo Santos, diretor hospitalar. 

Sobre o Hospital Estadual de Urgência e Emergência

O hospital conta com 537 médicos atuando nas especialidades de ortopedia, neurocirurgia, neurologia, cirurgia vascular/angiologia, cirurgia geral, anestesiologia, cirurgia torácica, cirurgia bucomaxilofacial, terapia intensiva, clínica médica, nefrologia, infectologia, nutrologia. São 40 leitos de UTI, 14 de Unidade de Alta Dependência de Cuidados (UADC) e 121 leitos de enfermaria. O serviço também dispõe de um ambulatório de especialidades cirúrgicas para pacientes que precisam de reavaliações, serviço de imagem com raio X, tomografia, ultrassonografia, ecocardiografia, ecodoppler, endoscopia e colonoscopia, além de um Pronto-Socorro, aberto em dezembro de 2016.