Colaboradora em licença-maternidade recebe visita institucional da equipe de Gestão de Pessoas do HMUE

Natalia Failache lida com um momento especial da sua vida. Ela foi mãe pela primeira vez há menos de três meses. O pequeno Bernardo tem uma personalidade tranquila. “Ele só acorda uma vez durante a madrugada”, garante Natalia. E é sorridente e simpático. “É um momento de descoberta, de aprendizado. Esse período é de adaptação para esta nova vida”, frisa Natalia, que atua no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) como assistente social, acolhendo acompanhantes e pacientes, tendo a missão de repassar informações sobre direitos. No momento, ela está afastada da profissão que escolheu por conta licença maternidade.

Porém, Natalia lembrou, com carinho e saudade, da rotina dentro de um hospital na última quarta-feira, 22/2, quando recebeu uma equipe da unidade hospitalar que a visitou na residência da família, localizada em Icoaraci, distrito de Belém. A iniciativa faz parte do projeto “HMUE visita você”, cuja ideia é proporcionar ao colaborador a aproximação da instituição no momento que o profissional está afastado, além de incentivar a integração e valorização, acolhendo-o de forma humanizada. “É um projeto inovador. É importante porque sentimos que o hospital está preocupado com o colaborador para saber como ele está. Foi uma surpresa essa acolhida e, por meio dela, observamos que o colaborador tem a sua importância dentro da unidade. Até buscava informações de como estava a rotina do nosso trabalho, mas todos as minhas companheiras pediam para que eu focasse no bebê”, disse Natalia, sorrindo.

O projeto, de iniciativa da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia a unidade sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), está sendo realizado há oito meses no HMUE, sendo que dez colaboradores foram visitados. A psicóloga organizacional do Hospital Metropolitano, Gilmara Souza, enfatizou que a ideia é que a instituição trabalhe o pertencimento de colaboradores afastados. “É a valorização profissional, enfatizando a importância do nosso colaborador para o hospital, garantindo que todos nós estamos aguardando, com saudade e ansiosos para que ela volte as suas atividades laborais”, explicou Gilmara.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of