Cerimônia especial marca comemoração dos dez anos do Hospital Regional de Santarém

Nesta sexta-feira, 20 de janeiro, foi realizada a cerimônia em comemoração aos dez anos do Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará Dr. Waldemar Penna, em Santarém (PA). Para comemorar a data, autoridades, colaboradores e usuários participaram do evento, com entrega de certificados aos profissionais e parceiros que se destacaram ao longo da história do hospital. A unidade foi inaugurada pelo governador Simão Jatene em 28 de dezembro de 2006. E, durante esse período, alcançou a marca de mais de 4,8 milhões de atendimentos.

O Hospital Regional de Santarém oferece 30 especialidades, sendo referência em Ortopedia e Traumatologia, Terapia Renal Substitutiva, Oncologia e Neurocirurgia. Também disponibiliza à população 28 serviços de diagnóstico e tratamento. Em dez anos, realizou mais de 32 mil cirurgias, 557 mil consultas, 4,1 milhões de exames, 68 mil atendimentos de urgência e emergência e 38 mil internações. Em 2016, a unidade foi considerada o melhor hospital público do Norte e Nordeste do Brasil.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Vitor Mateus, parabenizou a administração e os colaboradores da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do HRBA, e avaliou a primeira década de existência da unidade. “Nós temos aqui muitos desafios para os próximos anos. Dez anos se passaram, mas nós precisamos construir o futuro. Hoje, entre os dez hospitais públicos de excelência no Brasil, dois são aqui do Pará. E isso nos dá a avaliação de que quando fizemos a aposta na Organização Social, nós acertamos”. Para o secretário, “não adianta ter excelentes instalações, tecnologia avançada, se não tiver capital humano. Quem move as instituições são as pessoas”, comentou.

O representante do Conselho de Administração da Pró-Saúde, Cônego Ronaldo Menezes, destaca como a implantação do HRBA contribuiu para a descentralização da saúde no Pará. “Este hospital é de fundamental importância, pois os atendimentos eram concentrados em Belém, e ele veio para ajudar na descentralização, oferecendo mais acesso à saúde para a população. A Pró-Saúde tem a maior alegria em compartilhar esse sucesso, porque se propõe a um trabalho de excelência”.

A unidade conta com 1.300 profissionais que garantem a assistência segura e de qualidade aos usuários. A estrutura física comporta 144 leitos, sendo 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ao passar dos anos, importantes serviços foram implantados, como a Oncologia, em 2008, e o transplante renal, em 2016. “Costumo dizer que os nossos hospitais fazem saúde com ciência e amor. Aqui, no HRBA, fazemos saúde com ciência, amor e excelência, garantindo a segurança dos nossos pacientes. Em dez anos, os números de atendimentos realizados nos enchem de orgulho”, diz o diretor operacional da Pró-Saúde no Pará, Paulo Czrnhak.

Outro destaque do Hospital Regional é a vocação para o ensino e pesquisa, tornando-se um centro formador de profissionais da área da saúde. O HRBA é habilitado como Hospital Ensino desde 2014, tendo como missão institucional aliar o ensino e a pesquisa à assistência. São 33 vagas em 12 especialidades de Residência Médica e 27 vagas na Residência Multiprofissional em Atenção Integral em Ortopedia e Traumatologia.

Em dez anos, o HRBA realizou 163 projetos de pesquisa. Nos últimos dois anos, a unidade recebeu mais de 2.300 estudantes para estágio. “A sociedade só evolui por meio de pesquisas e dedicação constante de profissionais. Então, agradecemos bastante esses dez anos de parceria entre a Ulbra e o HRBA. Sabemos que na região Baixo Amazonas todas as entidades precisam se auxiliar, então, podemos dizer que somos grandes colaboradores. Temos grandes oportunidades aqui, distribuindo gotas de amor”, destaca o reitor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Santarém, Ildo Schlender. As instituições de ensino superior de Santarém foram homenageadas com a placa ''Amigo do HRBA''.

Os colaboradores mais antigos do hospital também foram homenageados. Edileusa Sousa é um exemplo de dedicação ao hospital. Ela trabalhou na construção da unidade, depois começou a trabalhar no Serviço de Higiene e Limpeza e, agora, é técnica de Enfermagem. ''Eu amo o que faço. Eu me sinto em casa aqui no hospital e trato os pacientes com muito carinho e amor'', conta.

Para o diretor-geral, Hebert Moreschi, o HRBA é um marco na história da saúde na região. ''O hospital completa dez anos de história, uma história que vem mudando o cenário da região, fazendo com que os pacientes de alta complexidade, que antes eram atendidos apenas em Belém, ou outros Estados, pudessem ser atendidos aqui em Santarém, próximos de suas famílias. Esse é um fator importantíssimo na estratégia do Governo do Estado em descentralizar a assistência de alta complexidade, porque tratar o paciente na sua região, tem um importante aspecto humano e social'', finaliza Moreschi.

 

Homenagem no nome

O Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará carrega o nome do Dr. Waldemar Penna em homenagem ao médico que passou a exercer a atividade médica em Santarém ainda na década de 1950. Waldemar se destacou pelo pioneirismo e dedicação em seu trabalho com a população. Ele faleceu em julho de 2005, com 91 anos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of