Celebrações de Páscoa no HMUE renovam a fé de pacientes

O professor Antônio Marcelo Alves de Sousa, de 40 anos, está internado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua (PA), onde se recupera de um acidente em Garrafão do Norte (PA). Antônio estava de bicicleta quando precisou desviar de uma cobra em uma rodovia e acabou atropelado por um carro. “Na hora do acidente a única coisa que me veio à cabeça foram os meus dois filhos, porque sou viúvo, e a minha mãe”, relembra.

O que mantém Antônio confiante na recuperação, e que em breve poderá voltar para a família, é a fé. Ele, que é católico, acredita que a Páscoa é um momento de renovação.  “Sou uma pessoa abençoada. As coisas só acontecem quando Deus quer e acredito que tudo na vida tem um propósito”, disse.

Pensando em aproveitar a celebração da Páscoa, comemorada no próximo domingo (1), para proporcionar um momento para que os pacientes internados pudessem, assim como Antônio, manter viva a fé e a esperança em sua recuperação e aumentar o bem estar, a Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do Hospital Metropolitano, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), realizou celebrações de Páscoa para os pacientes.

As comemorações tiveram início na quarta-feira (28) e foram direcionadas aos pacientes infantis da Clínica Pediátrica e do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ). Desde o início da semana, os pacientes que frequentam a classe hospitalar foram convidados a fazer cestas de páscoa utilizando copos descartáveis, EVA e adesivos com temas infantis. Na quarta, as cestinhas com chocolates foram entregues durante a celebração. Os chocolates distribuídos foram doados pela voluntária Cássia Dantas.

A programação de Páscoa continuou na quinta-feira (29). Um grupo de voluntários visitou as enfermarias e cantou músicas relacionadas ao período de Páscoa. Foram feitas também preces com os pacientes. O paciente Antônio era um deles e se alegrou com a iniciativa.

Para os voluntários que participaram da ação, a satisfação também estava estampada no rosto e a mensagem que deixavam para os pacientes era de que “Cristo está vivo e Ele nos ama e em todos os momentos, principalmente no momento difícil, Cristo está ao seu lado', afirmou a voluntária Ádria Rodrigues.

O princípio de humanização da gestão da Pró-Saúde no Hospital Metropolitano também passa pelos colaboradores que foram agraciados com caixas de bombom de chocolate. “É um incentivo para todos nós, que vemos como o hospital investe em cada um de nós, seja nessas datas, seja com capacitações, treinamentos, então é um incentivo para que a gente trabalhe cada vez mais com amor e dedicação para os pacientes”, concluiu a técnica de Enfermagem do SCIH, Maria do Socorro da Silva.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of