Número de cirurgias ortopédicas bate recorde na rede estadual do RJ em 2013 | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Número de cirurgias ortopédicas bate recorde na rede estadual do RJ em 2013

Hospitais | UOL Notícias | Últimas Notícias | BR

As unidades de saúde da rede estadual do Rio de Janeiro fecharam o ano de 2013 com um novo recorde: foram realizadas 19.465 cirurgias ortopédicas nos hospitais estaduais. O resultado consolida a política de investimentos estaduais para ampliar o acesso da população ao atendimento de saúde de qualidade e representa um desempenho quase oito vezes maior em relação a 2006, quando foram realizadas apenas 2.520 cirurgias ortopédicas na rede estadual. Em 2012, o número desses procedimentos foi de 18.510 operações. Mais uma vez o Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu, em Paraíba do Sul, foi o campeão de cirurgias, com 3.780 procedimentos, o que corresponde a 19,41% do total de cirurgias realizadas na rede estadual e mantém a unidade como líder no ranking nacional de procedimentos de alta complexidade em traumas. Outra unidade a se destacar foi o Hospital Estadual da Criança, que realizou 1.717 cirurgias ortopédicas em pacientes pediátricos desde a sua inauguração, em março do ano passado. Em segundo lugar, vem o Hospital Estadual Albert Schweitzer, uma das unidades de referência em politraumatismos da Zona Oeste, com 2.781 cirurgias ortopédicas (14,29%), seguido pelo Hospital Estadual Getúlio Vargas que, com 2.449 procedimentos, foi responsável por 12,58% do total de cirurgias da rede estadual. Na sequência estão os hospitais estaduais Adão Pereira Nunes (2.426), Rocha Faria (2.347), Alberto Torres (1.459), Azevedo Lima (640) e Roberto Chabo (574) e o Centro Estadual de Trauma do Idoso (Ceti), com 1.292 cirurgias. "Atribuo esse resultado à motivação das equipes, à melhoria na gestão interna dos hospitais, ao bom desempenho do Centro Estadual de Trauma do Idoso e, também, ao excelente trabalho que é desenvolvido no Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu", resume a subsecretária de Unidades Próprias da Secretaria de Estado de Saúde, Ana Neves. Desempenho

Inaugurado em março do ano passado, o Hospital Estadual da Criança respondeu por 8,82% do total de procedimentos ortopédicos realizados em todo o ano passado na rede estadual de saúde. "Se eu tivesse que usar apenas uma palavra para avaliar esse desempenho, seria comprometimento. Não só das equipes de cirurgia, mas de todos os funcionários do hospital. E também comprometimento da Secretaria de Saúde, com a regulação nos encaminhando os pacientes, com a secretaria nos dando apoio nas ações" afirma Heloísa Graça Aranha, diretora da unidade. O Hospital Estadual da Criança é a primeira unidade do Rio de Janeiro voltada para atendimento pediátrico referenciado. O hospital realiza cirurgias de média e alta complexidade, além de tratamento do câncer, em crianças e adolescentes de zero a 19 anos.

Em 28 de março, o hospital recebeu o credenciamento por parte do Sistema Nacional de Transplantes. A unidade conta com 58 leitos de enfermaria, 16 de UTI neonatal, 9 de UTI pediátrica e 8 poltronas de quimioterapia. Oferece exames de ultrassonografia, tomografia computadorizada, ecocardiografia e broncoscopia. Referência

Hospital de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu é referência no Estado em cirurgias de alta complexidade em trauma e mantém-se em primeiro lugar no país em número desse tipo de cirurgias. Somente este ano, foram realizados seis mutirões para atender pacientes do Sistema Único de Saúde. Em janeiro do ano passado, o hospital obteve autorização do Ministério da Saúde para realizar a captação e o transplante de tecido do músculo esquelético. O credenciamento possibilita que a equipe médica do HTODL ofereça uma assistência ainda mais específica nos casos de perdas ósseas e lesões graves em ligamentos e o hospital já realizou dois transplantes desse tipo em 2013. Além disso, desde 2012, oferece seis vagas no Curso de Residência Médica em Ortopedia.

<< voltar