Acre acaba fila em cirurgias (2013 foram mais de 15 mil realizadas pelo sistema único de saúde) | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Acre acaba fila em cirurgias (2013 foram mais de 15 mil realizadas pelo sistema único de saúde)


Em coletiva de imprensa, na manhã desta segunda-feira, 30, na Casa Civil, o governador Tião Viana anunciou que o Acre é hoje o primeiro estado do Brasil a conseguir zerar todas as filas de demanda reprimida de cirurgias. Ao todo, o Sistema Público de Saúde realizou 15.086 cirurgias no estado, resultado de um trabalho intenso para que até o final desse ano, nenhum paciente passasse do tempo de espera estipulado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Pela primeira vez um estado brasileiro alcança a resolutividade de suas demandas reprimidas nas filas de cirurgia. Só em cirurgias ortopédicas foram R$ 30 milhões. Nós zeramos até mesmo a fila de neurocirurgia. Vocês têm ideia do que é um estado não ter mais a necessidade de realizar cirurgias de aneurisma?”, comemora o governador Tião Viana.

Só o Hospital das Clínicas (HC) realizou 6.170 cirurgias esse ano. Entre cirurgias ambulatoriais foram 2.250. O Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) realizou 3.113 cirurgias e o Hospital Santa Juliana, parceiro do SUS, realizou 1.125 procedimentos cirúrgicos. Muitas outras cirurgias foram realizadas por meio de mutirões de especialidades.

A traumatologia ortopédica ainda é o setor que mais demanda cirurgias no Acre. “Todos os dias, sete a 11 pessoas entram no Pronto Socorro acidentadas necessitando de uma cirurgia”, explica a secretária de Saúde, Suely Melo. O alto número ainda é reflexo da violência do trânsito, mesmo com o Acre diminuindo seu número de vítimas graças às campanhas educativas e a operação Álcool Zero. Hoje, apenas 11 pessoas esperam para realizar uma cirurgia ortopédica.

Fonte: Oeste do Acre.com

<< voltar