Portal do Xingu - Hospital da Transamazônica, em Altamira alerta sobre doenças renais | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Portal do Xingu - Hospital da Transamazônica, em Altamira alerta sobre doenças renais

 

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, realizará a Ação Saúde, na próxima segunda-feira, 7, cujo tema será Prevenção da Doença Renal Começa na Infância. Trata-se de um evento aberto ao público com ações integradas dentro da programação nacional da Semana do Rim.

Os colaboradores do Hospital vão ofertar serviços, como aferição da pressão arterial, teste de glicemia e de hipertensão. Também haverá entrega de panfletos, com orientações acerca da doença renal e suas principais causas, além do incentivo aos bons hábitos alimentares. O atendimento à população será realizado no horário das 8h às 11h30 e das 14h30 às 17h. A ação terá a parceria do Exército Brasileiro, por meio do 51º BIS, que se apresentará com uma banda musical.

Para a diretora de enfermagem do Hospital Regional, Josieli Pinheiro, as informações repassadas ao público devem ser aplicadas não só às crianças, como para toda família. “As orientações serão voltadas para os hábitos de vida saudável, começando na infância, visto que as principais causas de doença renal crônica são a diabetes e a hipertensão arterial. São doenças que resultam de maus hábitos adquiridos ao longo da vida e repassados de pai para filho”, relatou.

Já a equipe de nefrologia do HRPT enfatizará a adoção de hábitos alimentares saudáveis, as práticas de exercício, ingestão de água, dentre outras orientações. “Este ano, o Ministério da Saúde programou a campanha voltada para a prevenção começando na infância. Isto mostra que uma dieta alimentar correta pode evitar doenças renais, cardíacas, obesidade, diabetes, entre muitas outras. Com a prevenção na infância, teremos adultos saudáveis e com mais qualidade de vida”, ressaltou a assistente social da nefrologia do HRPT, Leila Almeida.

A doença renal crônica é caracterizada pela perda progressiva e irreversível das funções renais. Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), entre pessoas acima de 65 anos, a perda de função renal pode atingir de 30% a 50%. O mau hábito alimentar é o vilão.

Público e gratuito, o Hospital Regional Público da Transamazônica pertence ao Governo do Pará, sendo administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

 

<< voltar