O Impacto - Hospital Regional de Santarém recepciona residentes médicos e multiprofissionais | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

O Impacto - Hospital Regional de Santarém recepciona residentes médicos e multiprofissionais

 

Referência na formação profissional, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) recepciona, durante esta semana, os residentes que foram aprovados no processo seletivo da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Ao todo, foram 20 na residência médica e 14 na multiprofissional. A unidade de saúde, localizada em Santarém (PA), é destaque no ensino e pesquisa na Região Norte do país, sendo habilitada pelos Ministérios da Saúde e da Educação.

O colombiano Júlio Sanchez, que morava há quatro anos em Manaus, escolheu realizar a residência em Pediatria no Hospital Regional de Santarém justamente por esse motivo. “A residência e o hospital têm fama de excelente qualidade, então preferi vir fazer aqui a ficar em Manaus”, diz Sanchez, que completa: “eu adoro Santarém, o povo é maravilhoso”.

Neste ano, foram preenchidas vagas em nove especialidades para residência médica no HRBA: Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Neurocirurgia, Ortopedia e Traumatologia e Pediatria. E três programas vão ter turmas pela primeira vez: Infectologia, Medicina da Família e Comunidade e Obstetrícia e Ginecologia.

A residência multiprofissional na Atenção Integral em Ortopedia e Traumatologia, desenvolvida no Hospital Regional do Baixo Amazonas, recebeu 14 estudantes, compreendendo os cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

O diretor geral da unidade, Hebert Moreschi, comenta sobre a importância da formação desses profissionais para o Oeste do Pará. “Nós temos uma necessidade em torno de 1.500 médicos e trabalhamos com menos de 300, sendo que desses, aproximadamente 130 atuam aqui no hospital. Com isso nós temos uma ideia do abismo que há entre realidade e necessidade, e da importância desta instituição”, afirma Moreschi.

Ana Elisa Ataíde vai fazer residência em Clínica Médica. Ela se formou em medicina em Belém e, agora, decidiu retornar à terra natal. “Sou filha de Santarém, saí daqui há 13 anos. Para mim foi um grande atrativo pela estrutura do hospital e a possibilidade de voltar para minha terra e prestar serviço aqui”.

Mais de 60 trabalhos científicos já foram produzidos e apresentados por profissionais e residentes do hospital em congressos e fóruns nacionais e internacionais. E o coordenador médico de ensino e pesquisa do HRBA, cirurgião Marcos Fortes, sinalizou que a instituição vai incentivar a prática de produções científicas. Ele também falou sobre os avanços alcançados na área de educação. “Esta é uma luta que começou com um sonho e depois se concretizou de maneira tão fabulosa como esta, que possibilitou termos uma residência em número maior até do que as residências de Belém”.

Segundo Moreschi, esses avanços só são possíveis porque a missão do hospital é formar profissionais para enfrentar a atual carência da região. “Nós temos profissionais qualificados, excelente estrutura e projeto de segurança e qualidade na assistência com certificação ONA. Agora estamos partindo para certificação internacional, que apenas três hospitais públicos no Brasil detêm, e nós queremos ser o quarto”, finaliza o diretor geral.

 

Hospital

Público e gratuito, o Hospital Regional do Baixo Amazonas pertence ao Governo do Pará sendo gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa)

<< voltar