ESBrasil - Combate ao mosquito Aedes aegypti é abordado em apresentação de teatro | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

ESBrasil - Combate ao mosquito Aedes aegypti é abordado em apresentação de teatro

 

 

A união da arte com a informação poderá ser vista, nesta quarta-feira (24), nas recepções do Hospital Estadual de Urgência e Emergência, com a apresentação da companhia teatral “Ó Comédia”, que irá falar sobre o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

E para dar todo um clima na peça, que vai mostrar os riscos que as pessoas sofrem quando não eliminam de suas casas os ambientes que acumulam água parada, o cenário será decorado por pneus, garrafas, galões e vasos de plantas.

De acordo com o roteirista e ator da companhia, Francis Souza, o combate ao mosquito precisa acontecer no coletivo, inclusive com a participação de crianças e jovens. “Acreditamos que a arte pode mudar o jeito de agir das pessoas, incentivando a população para eliminar os focos de proliferação do mosquito”, afirma.

Segundo José Donizetti Stoque, diretor geral do Hospital de Urgência e Emergência, a unidade de saúde possui uma função social de extrema importância para a comunidade.

“Essa é uma iniciativa de humanização muito importante promovida aqui no hospital porque engaja as pessoas no combate ao mosquito. Mostra, a partir da reprodução da realidade, o que acontece quando a gente não elimina água parada em nossas casas. Ou seja, todo mundo sofre as consequências. Mas também orienta sobre o jeito certo e mais eficaz de vencer o Aedes”, acrescenta Stoque.

 

Dengue e zika no Espírito Santo

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), foram notificados 10.718 casos de dengue entre os dias 3 de janeiro e 6 de fevereiro no Espírito Santo. Destes, 28 são suspeitos da forma grave e um óbito se encontra em investigação.

Segundo a Sesa, o Estado registrou até o dia 11 de fevereiro, 1.542 casos suspeitos de infecção pelo zika vírus, dos quais 20 foram confirmados laboratorialmente (15 em Vitória, 02 em Vila Velha, 01 em Cariacica, 01 em Aracruz e 01 em São José do Calçado).

<< voltar