Agência Pará - Pesquisa produzida no Metropolitano é destaque nacional na Revista Prática Hospitalar | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Agência Pará - Pesquisa produzida no Metropolitano é destaque nacional na Revista Prática Hospitalar

 

Pesquisa produzida pela equipe de Residência Multiprofissional de Fisioterapia do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), situado na Região Metropolitana de Belém, ganhou repercussão nacional após a publicação de artigo científico na 102ª edição da Revista Prática Hospitalar, dos meses de novembro e dezembro. O tema abordado foi o impacto da fisioterapia na reabilitação de pacientes submetidos à drenagem de tórax, atendidos na unidade. De acordo com o levantamento, o trauma foi responsável por 37,5% das internações em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de cirurgia torácica, com 13,2% dos casos culminando em óbito. A partir deste cenário, foi concluído que durante a internação do paciente submetido a tratamento cirúrgico por meio de drenagem torácica com atendimento de fisioterapia, houve predomínio do sexo masculino. O principal diagnóstico foi de hemotórax, e o tempo de dreno de aproximadamente seis dias, além de internação hospitalar de nove dias.

O crescimento das internações por causas externas, especialmente entre os adultos e jovens, tem aumentado o interesse pelo desenvolvimento de estudos na área de traumatologia. De acordo com a pesquisa, mais de 90% dos pacientes eram do sexo masculino e a média de idade foi de 29 e 19 anos. Diversos fatores contribuem para os maiores índices de trauma, entre os quais, destacam-se as condições de tráfego nas grandes cidades e a adoção de comportamentos de risco, principalmente, entre os mais jovens. Nos últimos anos, tem sido observado o aumento da ocorrência de traumas torácicos, que chegam a provocar 25% dos óbitos em casos de politraumatismo.

A pesquisa foi conduzida pelo fisioterapeuta coordenador de Ensino e Pesquisa do HMUE, Leonardo Ramos, e pela supervisora da Reabilitação, Gabriela Lima. Houve ainda a colaboração dos profissionais Kéven Gonçalves, Rafaela Macedo, Fabiano Boulhosa, Ana Karoliny Santos, a residente Juliana Amaral e o professor da Universidade Estadual do Pará (UEPA), Renato Teixeira, além das estagiárias Bárbara Wariss e Monique Silva. A coleta de dados envolveu aproximadamente 200 prontuários de pacientes de ambos os sexos, com faixa etária de 18 a 59 anos de idade, por meio do Serviço de Arquivamento Médico e Estatístico (SAME) do HMUE.

Pesquisa

O Departamento de Ensino e Pesquisa (DEP) do HMUE tem como principal objetivo oferecer apoio ao ensino e a pesquisa, com a responsabilidade de gerar e disseminar o conhecimento, além de proporcionar qualificação acadêmica e científica aos novos profissionais da saúde. Em média, 50 pesquisas científicas são realizadas anualmente no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), nas áreas de medicina, enfermagem e fisioterapia. A viabilidade do projeto de pesquisa é avaliada pela a coordenação de Ensino e Pesquisa e a diretoria da área. 

O Hospital

Neste primeiro semestre de 2016, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência completa dez anos de funcionamento. Unidade pública e gratuita pertencente ao Governo do Pará, o hospital é gerenciado pela Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. 

<< voltar