Prefeitura de Mogi das Cruzes - Talk Show sobre câncer de próstata marca o Dia D da Campanha Novembro Azul | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Prefeitura de Mogi das Cruzes - Talk Show sobre câncer de próstata marca o Dia D da Campanha Novembro Azul

 

 

Quatro casos de câncer de próstata foram confirmados e encaminhados para tratamento na edição 2014 da Campanha Novembro Azul. Neste ano, entre os dias 1º a 22 de novembro, 1.357 exames de PSA já foram coletados, dos quais 213 resultados indicaram alguma alteração e já foram direcionados para avaliação mais detalhada do médico urologista. Estas e outras informações foram divulgadas durante o Talk Show promovido pela Secretaria Municipal de Saúde e pelo Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes, nesta quarta-feira (25/11), Dia D da Campanha Novembro Azul, quando servidores e voluntários vestiram a cor azul para marcar a data.

O evento foi realizado no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes e transmitido ao vivo pelo site www.mogidascruzes.sp.gov.br, onde continua disponível para exibição. “Quatro casos pode parecer pouco diante de tantos exames realizados, mas são quatro vidas, quatro pessoas que puderam iniciar o tratamento de uma doença que, diagnosticada precocemente, tem grandes chances de cura”, informou o secretário municipal de Saúde, Marcello Delascio Cusatis.

Ao lado dele, participaram do debate outros cinco especialistas: o médico oncologista e coordenador de Gestão Hospitalar da Prefeitura de Mogi das Cruzes, Paulo Villas Bôas de Carvalho; o clínico geral Carlos Alberto de Assis Junior; o urologista Guilherme Schmidt Unterkircher; o psicólogo José Roberto Maiolo; e o diretor do Hospital Municipal, Matheus Gomes.

Por uma hora e meia, o grupo discorreu sobre os mais diferentes aspectos da doença, como prevenção, tratamento e o grande temor dos homens em relação ao exame de toque retal, procedimento necessário quando ocorre alguma alteração no exame de PSA (sangue). “O toque retal é um exame que permite ao médico sentir a zona periférica da próstata e suas eventuais alterações. É um exame rápido, que leva poucos segundos”, informou o urologista Guilherme Schmidt, lembrando que o diagnóstico, no entanto, depende de uma biópsia.

O evento atraiu diversas pessoas, homens e mulheres, interessadas em obter mais informações sobre o câncer de próstata, a exemplo do que ocorre com o câncer de mama, durante o Outubro Rosa. “Ficamos muito felizes com o resultado, a participação e o interesse das pessoas. Nossa ideia era justamente essa: ajudar a divulgar e a conscientizar os homens sobre a importância do exame”, afirmou a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes, Mara Bertaiolli.

Novembro Azul

Até o dia 30 de novembro, os postos de saúde e unidades do Programa Saúde da Família (PSF) continuam realizando exames de PSA para homens de 45 a 70 anos que não estejam em tratamento com urologista, nem tenham realizado esse procedimento no último ano. Os interessados devem procurar a unidade mais próxima de sua residência para solicitar o agendamento do exame e receber as instruções necessárias para a coleta do material. 

O PSA – Antígeno Prostático Específico – é uma substância produzida pelas células da glândula prostática, encontrado principalmente no sêmen, mas também no sangue. A maioria dos homens saudáveis têm níveis menores de 4 ng/ml de sangue. A chance de um homem desenvolver câncer de próstata aumenta proporcionalmente com o aumento do nível do PSA. Também é realizado o exame de ultrassom, para verificação do tamanho da próstata, além do exame de toque retal.

<< voltar