Folha MT - Procura por mamografia cresce no Hospital Regional de Santarém | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Folha MT - Procura por mamografia cresce no Hospital Regional de Santarém

 

 

O mês de outubro acabou, mas a importância da prevenção do câncer de mama continua. E um dos indicadores que comprovam o efeito positivo da campanha Outubro Rosa é o aumento anual de exames de mamografias realizados no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém.

Em quatro anos, o número de mulheres que fez o exame cresceu mais de 100%. Em 2010, foram realizados 1.291 exames. Esse número cresceu para 1.731, em 2011. Outro aumento foi registrado no ano seguinte, pulando para 1.981. Em 2013 foram feitas 3.314 mamografias e, ano passado, 3.440.

Atualmente, o HRBA (gerido pela Pró-saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde – Sespa) disponibiliza 250 exames mensais (três mil por ano), mas o hospital faz exames extras para atender a demanda sempre crescente. Até setembro passado, mais de 2.400 mamografias haviam sido realizadas.

Entre 2013 e 2014, o hospital diagnosticou 81 novos casos de câncer de mama. Atualmente, 107 pacientes estão em tratamento. Em 2014, 67 pacientes passaram por procedimentos cirúrgicos e, até setembro, mais 38 cirurgias foram realizadas.

 

Conscientização - “Com a campanha Outubro Rosa, a procura pelo serviço, nos meses subsequentes, sempre cresce. As pessoas estão se conscientizando, fazendo autoexame e buscando a mamografia. Isso é louvável”, diz o coordenador de Oncologia do HRBA, Marcos Fortes.

A história de Gersonita Lima, de 47 anos, faz parte desse cenário de conscientização. Em 2012, tomando banho, ela fez o autoexame que se confirmou, depois, com o diagnóstico de câncer de mama. “Não foi fácil. Chorei muito. Passou um filme na minha cabeça. Lembrei de casos de mulheres que sofreram por isso. Mas tive fé e falei que ia vencer”, relembra Gersonita Lima. Após uma cirurgia, em fevereiro deste ano, e sessões de radio e quimioterapia, Gersonita espera ter alta ainda neste mês. Ela é apenas uma das várias mulheres de outros municípios que procuram tratamento no Hospital do Baixo Amazonas. Gersonita deve retornar em breve ao município natal, Almeirim, depois de passar meses em Santarém.

Durante o Outubro Rosa, o hospital disseminou, por meio de palestras, muita informação sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

 

<< voltar